Liga

Luz pode iluminar o caminho do título

12 | 04 | 2018   23.35H
Benfica é a equipa mais eficaz a jogar em casa no campeonato, onde não perde há 37 jogos. Mas o FC Porto foi o último a derrotar os encarnados no seu ‘ninho’.
João Moniz | jmoniz@destak.pt

No domingo, Benfica e FC Porto procuram dar um passo decisivo na luta pelo título, mas também pode manter-se tudo na mesma. Em caso de vitória, as águias ficam com 4 pontos de vantagem e passam a poder ‘escorregar’ num jogo – nomeadamente na deslocação a Alvalade.

Já o FC Porto quererá vencer para ficar 2 pontos acima do rival, o que lhe permitiria empatar mais um jogo até ao fim da época – em igualdade com o Benfica, passaria a ter vantagem no confronto direto. E depois há o empate, que até poderá agradar aos dois lados, pois ambos ficam a salvo de uma aproximação do Sporting.

Teoricamente, o FC Porto ficaria mais satisfeito com este desfecho, aguardando por um deslize das águias na visita aos leões. Já o Benfica continuaria a depender só de si e, mesmo com a visita a Alvalade, não deixaria de pensar que o FC Porto também tem de ir ao Funchal (jogar com o Marítimo), onde normalmente se dá mal, e a Guimarães.

Qualquer estratégia que as duas equipas possam traçar ficará sempre dependente das incidências do jogo, e aí o FC Porto costuma apostar mais num início forte. A equipa de Sérgio Conceição tem sofrido para virar as partidas a seu favor nas segundas partes, enquanto o Benfica é a equipa da Liga com mais reviravoltas no resultado, todas elas, quatro, conseguidas na etapa complementar.

E depois há o fator casa. Embora com menos um jogo como visitado do que o FC Porto, o Benfica tem melhor desempenho como anfitrião: 3,14 golos marcados por jogo contra 3 e 0,36 sofridos vs. 0,53. Aliás, o Benfica só sofreu golos em casa (e nunca mais do que um) em 5 dos 14 jogos para a Liga.

Só que do outro lado está a equipa que tem sido mais eficaz como visitante. O FC Porto marca 2,06 golos por jogo contra os 1,93 do Benfica; e só sofre 0,57 em vez de 0,8. Contudo, esta acutilância ‘arrefeceu’ nos últimos jogos, muito por culpa da ausência de Marega (ver desenvolvimento em baixo).

Os dragões perderam os últimos dois jogos fora de portas, tendo esses seis pontos desperdiçados custado a liderança do campeonato. Para equilibrar a balança motivacional, os portistas poderão recordar-se que foram a última equipa a vencer o Benfica na Luz, a 12 de fevereiro de 2016. Desde então, em 37 encontros, a equipa de Rui Vitória venceu 33 e empatou 4. Só o Sporting lá pontuou esta época.

Marega influencia poder atacante

Os avançados do FC Porto não marcam há 5 jogos, 4 deles para o campeonato. Ou seja, desde que Marega se lesionou, a linha ofensiva está a zeros. Com o maliano em campo, os dragões marcaram 2,75 golos por jogo na Liga. Sem ele, a média cai para 1,2. Daí que Marega deva ser titular, tal como Jonas, claramente o melhor marcador do campeonato (33 golos).

Vários ‘artistas’ cumprem marcos

Um clássico, ainda para mais com um título em causa, é memorável que chegue. Mas este domingo será marcante para Marcano, que chega aos 100 jogos no campeonato. Já Jardel procura a centésima vitória na Liga, enquanto Sérgio Conceição almeja o triunfo 100 na carreira como treinador. Zivkovic, que foi expulso no Dragão, irá fazer o jogo 50 pelo Benfica.

Artur Soares Dias lançado às feras

Como Jorge Sousa apitou o jogo entre as duas equipas na 1ª volta, tudo indica que Artur Soares Dias será o escolhido para domingo, até porque não foi escalado para nenhuma das equipas nas últimas três jornadas. Face as escalar das quezílias, a PSP terá um contingente de segurança composto por 500 a 700 agentes, que poderá ser reforçado se necessário.

Leão à espreita em campo difícil

Minutos depois de acabar o clássico, o Sporting entra em campo no Restelo com a certeza de que vai recuperar pontos na luta pelo título ou pelo 2º lugar. Só que os leões têm pela frente um Belenenses que, até ao momento, é a única equipa que ainda não perdeu em casa com os grandes. O Marítimo, que empatou com o Benfica, ainda vai receber dragões e leões.

Foto: Fotomontagem Destak
Luz pode iluminar o caminho do título | © Fotomontagem Destak
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE