Síria

MNE russo nega manipulação de provas sobre alegado ataque químico em Douma

16 | 04 | 2018   16.18H

O ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov, negou hoje que o seu país tenha "manipulado" as provas do suposto ataque químico na cidade síria de Douma em 07 de abril e denunciou uma "montagem".

"Posso garantir que a Rússia não manipulou o lugar", assegurou Lavrov em declarações à cadeia televisiva britânica BBC na sequência do ataque aliado contra instalações onde, supostamente, o regime de Bashar al-Assad fabricou e armazenou armamento químico.

O chefe da diplomacia russa referiu-se a uma "montagem" em Douma e negou a utilização de armamento químico contra essa localidade, que justificou os ataques aéreos de sábado pelos Estados Unidos, Reino Unido e França.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE