Incêndios

Homem confessou ter ateado fogo no pior dia do ano em Oliveira de Azeméis

23 | 04 | 2018   11.51H

Um homem de 49 anos assumiu hoje, no Tribunal da Feira, ter ateado um incêndio florestal, em Fajões, Oliveira de Azeméis, no dia 15 outubro 2017, que foi considerado "o pior dia do ano" em matéria de fogos.

Perante o coletivo de juízes, o homem confessou o crime, mas não apresentou qualquer justificação para a sua conduta, limitando-se a dizer que antes tinha estado a beber "dois litros de vinho, mais ou menos".

"Passou alguma coisa pela cabeça. Bebi uns copos a mais e olhe", disse o arguido, encolhendo os ombros.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Toda a gente sabe que o principal motivo dos incêndios do ano passado (e dos anteriores) foram os incendiários e não a limpeza ou não limpeza das matas. Só o governo é que parece não saber isso porque insiste na prevenção (entenda-se limpeza das matas) s se "esquece" de referir a necessidade de combate aos incendiários e interesses ligados aos fogos.
    zé da burra o alentejano | 23.04.2018 | 16.29Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE