Actualidade

Assembleia Municipal do Porto aprova contas de 2017 com críticas da oposição

24 | 04 | 2018   04.42H

A Assembleia Municipal do Porto aprovou por maioria, na segunda-feira à noite, as contas de 2017 com a oposição a criticar o saldo de gerência de 90 milhões de euros, lembrando que a câmara "não é um banco".

"Traduziu-se, assim, uma vez mais, o cumprimento do programa eleitoral sufragado e do programa de governação apresentado e desenvolvido pelo executivo. Um programa que partia de um princípio: o princípio das contas à moda do Porto", afirmou o presidente da Câmara Municipal do Porto, o independente Rui Moreira.

Contas à moda do Porto não é um exercício matemático ou contabilístico, contas à moda do Porto é cumprir o programa e é fazê-lo com responsabilidade plurianual, referiu.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE