Sporting

Número elevado de arguidos atrasa início ao interrogatório

16 | 05 | 2018   15.58H

O juízo de instrução criminal do Barreiro do Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa informou que ainda não deu início ao interrogatório aos arguidos detidos na sequência das agressões de terça-feira em Alcochete.

No comunicado do juiz de instrução criminal é referido que "devido ao grande número de arguidos e à complexidade das questões em causa, determinantes da maior ponderação, ainda não se deu início à diligência de primeiro interrogatório judicial aos arguidos, nem há previsão para tal".

Os detidos na terça-feira após os incidentes ocorridos na Academia de Alcochete, com agressões aos futebolistas do Sporting, foram transportados hoje para o Tribunal Criminal do Barreiro, onde começam hoje a ser ouvidos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE