Actualidade

Costa destaca reação europeia às medidas unilaterais dos Estados Unidos

17 | 05 | 2018   14.42H

O primeiro-ministro, António Costa, destacou hoje a reação da União Europeia (UE) aos Estados Unidos, e a recusa do bloco comunitário em ter uma atitude submissa relativamente às medidas polémicas do presidente Donald Trump.

Em declarações aos jornalistas em Sófia (capital da Bulgária), onde participou na Cimeira UE-Balcãs, o primeiro-ministro português revelou a existência de "uma grande convergência de pontos de vista" entre os 28 relativamente às decisões de Donald Trump de 'rasgar' o acordo nuclear iraniano e de aplicar taxas alfandegárias às importações de aço e alumínio.

"Sente-se que a Europa está a reagir. A pior coisa que poderia acontecer era a Europa romper uma aliança ou então ter uma atitude submissa relativamente a um parceiro com o qual se tem de relacionar de igual para igual. Aquilo que eu acho que foi positivo ter acontecido ontem [quarta-feira] foi ao nível dos 28 não ter havido fraturas, nem divergências quanto ao essencial, e ter sido possível tomar uma posição conjunta", salientou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE