Actualidade

Governo moçambicano diz que vai dar prioridade ao combate aos raptos e assassínios

17 | 05 | 2018   14.44H

O primeiro-ministro de Moçambique, Carlos Agostinho do Rosário, afirmou hoje em Maputo que o combate aos raptos e assassínios será uma prioridade para o Governo, considerando importante a coordenação com a justiça na luta contra a criminalidade.

"O Governo reafirma o seu compromisso de continuar a priorizar ações que visem prevenir e combater atos criminais, tais como raptos, assassínios e roubos", disse Carlos Agostinho do Rosário, falando hoje na Assembleia da República.

Em resposta a perguntas dos deputados sobre a criminalidade no país, o primeiro-ministro apontou ainda o reforço da capacidade operativa das forças da lei e ordem para fazer face, de forma eficaz, a todos os tipos de crime que minam o processo de desenvolvimento social e económico de Moçambique.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE