Actualidade

CDS-PP sem "calendário de fecho" para reforma da justiça critica "desculpas" do PS

18 | 05 | 2018   12.54H

A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, disse hoje que não tem um "calendário de fecho" para o processo legislativo na área da justiça, e criticou as "desculpas" do PS para recusar liminarmente uma revisão constitucional.

"Quando o partido que é essencial para esses dois terços [de deputados, necessários para a aprovação de alterações à Constituição da República] diz logo em 24 horas que não tem nenhuma disponibilidade para alterações profundas na área da justiça que impliquem uma revisão constitucional, aquilo que podemos fazer é o nosso trabalho de casa e depois apresentá-lo", disse.

A deputada, que falava aos jornalistas à margem de uma visita ao Museu da Farmácia, em Lisboa, assinalou que para o PS "nunca é o momento certo" e que "agora a desculpa é que estamos no final da legislatura".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE