Actualidade

Comissão Europeia quer que despesa cresça menos de metade do que Governo prevê

23 | 05 | 2018   12.44H

A Comissão Europeia exige que a despesa primária em Portugal cresça menos de metade do que o Governo prevê em 2019, o que levará a um ajustamento estrutural de 0,6% do PIB, segundo as recomendações divulgadas hoje.

Entre as recomendações específicas dirigidas hoje a Portugal, Bruxelas exige que o crescimento nominal da taxa de crescimento da despesa primária, que já não inclui as custos com a dívida, "não exceda 0,7% do PIB em 2019, correspondendo a um ajustamento estrutural de 0,6% do PIB".

Esta é uma das recomendações que surgem depois de a Comissão Europeia ter analisado o Programa de Estabilidade 2018-2022, onde o Governo estima a despesa primária cresça 1,7% em termos nominais. Isto significa que Bruxelas recomenda que a despesa aumente menos de metade do que o Executivo de António Costa prevê.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • COM ESTA GERINGONÇA VAI SER MUITO DIFÍCIL EXIGIR DESPESA CRESÇA MENOS DE METADE
    O ze | 23.05.2018 | 13.31Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE