Actualidade

Baixa de Coimbra quer doçaria tradicional integrada na oferta turística da cidade

12 | 06 | 2018   18.21H

A Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra (APBC) pretende que a doçaria conventual e tradicional passe a integrar a oferta turística da cidade, conjugando o património histórico com os doces, foi hoje anunciado.

"Pretendemos que o património doceiro faça a ligação de um caminho que é considerado Património Mundial da Humanidade", disse hoje o presidente da APBC, Vítor Marques, numa conferência de imprensa realizada no cimo da Torre da Universidade de Coimbra, a 33,5 metros de altura, para apresentação da quarta edição do Património Doceiro de Coimbra - Os Caminhos da Baixa.

Entre sexta-feira e 15 de julho, os visitantes são convidados a saborear as delícias da doçaria de Coimbra em sete estabelecimentos aderentes, a preços abaixo do normal, num trajeto que coincide com a parte da cidade classificada pela UNESCO como Património da Humanidade.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE