Actualidade

Cantanhede e Mira querem que Governo resolva problema de descargas na Vala da Vela

13 | 06 | 2018   19.18H

Os municípios de Cantanhede e Mira, no distrito de Coimbra, exigiram hoje a "intervenção imediata" do Governo para resolver o problema de descarga de águas residuais na chamada Vala da Vela e terrenos adjacentes.

Em comunicado conjunto enviado à agência Lusa, Helena Teodósio, presidente da autarquia de Cantanhede, e Raul Almeida, presidente da Câmara Municipal de Mira, argumentam que a construção de uma nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) "demorará pelo menos três anos" e defendem a necessidade de se "avançar rapidamente com medidas que resolvam no imediato os atuais impactos ambientais" naquele recurso hídrico que atravessa os dois concelhos.

Os dois autarcas reuniram na terça-feira, em Lisboa, com o secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, a quem pediram a intervenção do Governo. Reconhecem que o governante "mostrou conhecer a situação em pormenor" e que se mostrou "disponível para diligenciar no sentido de agilizar processos tendentes a diminuir significativamente o volume dos caudais".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE