Actualidade

Investigadores descobrem como controlar a disseminação de tumor maligno no cérebro

14 | 06 | 2018   11.00H

Uma equipa de investigadores do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) descodificaram um programa genético que controla a disseminação das células do glioblastoma, uma forma de tumor maligno no cérebro, anunciou hoje o instituto.

Dos tumores cerebrais em adultos, o glioblastoma, com uma prevalência na população estimada em um por cada 100.000 habitantes, é o "mais frequente e aquele com pior prognóstico", devido à capacidade que o tumor tem de invadir o tecido cerebral circundante, tornando a sua remoção por cirurgia "extremamente difícil", podendo mesmo "invariavelmente reaparecer após cirurgia", explica o IGC.

De acordo com o instituto, este reaparecimento deve-se ao facto de "as células cancerosas facilmente se misturarem com as células normais do tecido envolvente, dificultando o trabalho do cirurgião quando tenta remover todo o tumor". Para além disso, o glioblastoma contém em si células ditas 'estaminais' do cancro, ou seja, estas têm a capacidade de originar um novo tumor, principalmente quando são "deixadas para trás".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE