Actualidade

Tribunal húngaro condena a 25 anos de prisão acusados da morte de 71 migrantes

14 | 06 | 2018   13.17H

Um tribunal da Hungria condenou hoje a 25 anos de prisão quatro acusados da morte por asfixia de 71 migrantes encontrados num camião frigorífico abandonado numa estrada na Áustria em agosto de 2015.

Oriundos da Síria, Iraque e Afeganistão, os migrantes, quatro dos quais eram crianças, morreram asfixiados no compartimento estanque que os traficantes recusaram abrir.

Os corpos foram encontrados no interior do camião, proveniente da Hungria, abandonado numa autoestrada no leste da Áustria, perto da fronteira com a Hungria.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE