Actualidade

Maior acelerador de partículas do mundo entra em obras para melhorar desempenho em 2026

15 | 06 | 2018   18.50H

O maior acelerador de partículas do mundo entrou hoje em obras para melhorar o seu desempenho a partir de 2026, que poderá levar à descoberta de novos fenómenos físicos, informou a Organização Europeia para a Investigação Nuclear (CERN).

As obras no Grande Colisionador de Hadrões (LHC), cujo início foi hoje assinalado numa cerimónia na sede do CERN, em Genebra, na Suíça, vão decorrer até 2026 e permitirão aumentar o número de colisões em grandes experiências, potenciando a descoberta de "novos fenómenos", refere em comunicado o CERN, que opera o LHC, localizado na fronteira franco-suíça.

O acelerador de partículas, onde se confirmaram importantes descobertas como o bosão de Higgs, em 2012, continuará a funcionar durante os trabalhos, com exceção em duas paragens técnicas para preparar as beneficiações de alta luminosidade que vão ser introduzidas e executar as habituais atividades de manutenção.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE