Actualidade

Serviços mínimos na greve dos professores serão decididos por colégio arbitral

19 | 06 | 2018   22.58H

Sem acordo entre sindicatos e Governo, a reunião de hoje na Direção-Geral de Administração e Emprego Público (DGAEP) decidiu a criação de um colégio arbitral para avaliar se serão decretados serviços mínimos na greve dos professores às avaliações.

A informação foi adiantada à Lusa pelo secretário de Estado da Educação, João Costa.

"Os sindicatos e as organizações sindicais não foram sensíveis aos argumentos apresentados pelo Ministério da Educação sobre o prejuízo para os alunos de uma greve que tem potencial de ter impacto na conclusão das avaliações e no calendário do acesso ao ensino superior. Como houve essa insensibilidade desse direito à avaliação por parte dos alunos não houve acordo e não tendo havido acordo caberá agora ao colégio arbitral tomar a decisão", disse o governante à Lusa.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE