Venezuela

Pelo menos 152 militares detidos por motivos políticos - Organização não-governamental

21 | 06 | 2018   06.56H

A organização não-governamental (ONG) Justiça Venezuelana denunciou, na quarta-feira, que pelo menos 152 militares estão detidos na Venezuela, 60 deles desde janeiro de 2018, por motivos políticos.

"São detenções arbitrárias. Estes funcionários foram detidos sem o início de uma investigação. Não há uma investigação prévia e não foram capturados em flagrante delito", denunciou a porta-voz da ONG.

Segundo Lília Camejo, vários militares detidos "chegaram às respetivas audiências de apresentação com sinais de tortura, tratamentos cruéis e desumanos, ocorridos no momento em que foram detidos pelos organismos de segurança do Estado".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE