Actualidade

Venezuela espera que Conselho dos Direitos Humanos atue livremente com saída dos EUA

21 | 06 | 2018   08.54H

O Governo da Venezuela afirmou ver com bons olhos a saída dos Estados Unidos do Conselho dos Direitos Humanos e esperar que o organismo passe a atuar livremente.

Em comunicado, divulgado na quarta-feira, o Ministério dos Negócios Estrangeiros venezuelano disse esperar que o Conselho "possa atuar, agora, sem as perturbações, as tentativas de extorsão e as pressões diretas do principal violador dos direitos humanos".

Para o Governo venezuelano, a decisão de abandonar "de maneira abrupta" aquele organismo reflete o desprezo dos EUA perante "o multilaterismo e as suas instituições".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE