Actualidade

Genealogia genética permite resolver homicídio cometido em 1968

24 | 06 | 2018   06.13H

O mistério da agressão sexual, seguida de homicídio de uma adolescente americana em 1986 foi resolvido 32 anos depois graças a uma técnica inovadora da genealogia genética, anunciaram hoje as autoridades do estado de Washington.

Um homem de 66 anos, Gary Hartman, foi detido na quarta e será presente a um juiz esta semana para ser acusado neste caso que comoveu a cidade de Tacoma, no extremo noroeste dos Estados Unidos, relata a France Press.

Em 26 de março de 1986, Michella Welch, de 12 anos, desapareceu enquanto brincava com suas duas irmãs num parque público da cidade. Um cão da polícia encontrou seu corpo horas depois, abandonado em uma sarjeta.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE