Actualidade

Tribunal da Guarda condena mulher a 18 anos de prisão por ter matado o filho

12 | 07 | 2018   09.25H

Uma mulher foi condenada pelo Tribunal Judicial da Comarca da Guarda a 18 anos de prisão por ter matado o filho de 10 anos, em setembro de 2017.

A arguida Ilda Gonçalves, de 46 anos, foi condenada pelo coletivo de juízes do Tribunal da Guarda a 18 anos de prisão pela prática, em autoria material e na forma consumada, de um crime de homicídio qualificado.

O julgamento teve início no dia 20 de junho e o acórdão judicial, a que hoje a agência Lusa teve acesso, foi proferido no dia 28.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE