Operação Fizz

Angola já tem processo físico e pode decidir próximos passos

12 | 07 | 2018   16.41H

O processo em papel da Operação Fizz, envolvendo o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, já chegou a Luanda, condição necessária para decidir os próximos passos, disse à agência Lusa a Procuradoria-Geral da República (PGR) de Angola.

A informação foi avançada por fonte oficial da PGR angolana, confirmando a receção, esta semana, em Luanda, de todo o processo físico, proveniente da congénere portuguesa, após a decisão de transferência tomada em maio pelo Tribunal da Relação de Lisboa.

"O processo está a ser analisado para se ver o estado em que se encontra e, posteriormente, decidir-se que passos deverão ser dados. O processo é complexo, volumoso, levará algum tempo", descreveu a mesma fonte.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE