Actualidade

Tribunal do Porto condena dois homens por obrigar menor a prostituir-se

12 | 07 | 2018   17.28H

O Tribunal São João Novo, no Porto, condenou hoje dois homens a três anos e meio de prisão, uma das penas efetiva e a outra suspensa, por forçarem uma jovem de 16 anos, fugida de uma instituição, a prostituir-se.

A presidente do coletivo de juízes explicou a um dos arguidos que a pena é efetiva pelo facto de já ter uma condenação pelo crime de violência doméstica e ter ligações à prostituição, já o outro viu a pena ser-lhe suspensa por estar inserido social e profissionalmente e não ter antecedentes criminais.

O processo envolvia ainda mais três arguidos, entre os quais uma mulher, que foram absolvidos por falta de provas, tendo a magistrada sublinhado que se a vítima tivesse prestado declarações em tribunal talvez a decisão fosse diferente.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE