Actualidade

Douro deverá produzir 230 mil pipas com quebras devido à pressão do míldio

19 | 07 | 2018   20.26H

O Douro deverá produzir cerca de 230 mil pipas nesta vindima, um valor inferior ao inicialmente estimado e justificado pela pressão de algumas doenças na vinha, com destaque para o míldio, revelou a associação de viticultura duriense.

A diretora-geral da Associação de Desenvolvimento da Viticultura Duriense (ADVID), Rosa Amador, disse hoje aos jornalistas que "tudo indica" que a produção de vinho na Região Demarcada do Douro "deverá rondar ou até ser inferior à colheita declarada no ano passado", que foi de 232 mil pipas.

Um valor que, a concretizar-se, será também inferior à previsão do potencial de colheita à floração e que apontava para uma produção entre as 254 mil pipas e as 273 mil pipas. As previsões da ADVID são baseadas no método de pólen e, por isso, não têm em consideração os fatores pós-florais, que podem alterar o potencial de colheita.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE