Sexualidade

Os artigos eróticos que são indispensáveis

19 | 07 | 2018   23.43H
Com a chegada do verão aumenta o calor e o desejo sexual também. Há, por isso, quem não deixe de levar na bagagem diferentes artigos eróticos e sexuais.

São vários os estudos científicos que o comprovam, apontando diferentes motivos (biológicos, psicológicos ou até sociais) para o aumento do desejo sexual provocado pela chegada do calor inerente ao verão. «Para o aumento da libido nesta altura do ano contribuem diversos fatores, entre os quais a subida dos níveis de serotonina, o neutransmissor que regula o humor e o desejo», explica ao Destak a diretora da Flame Love Shop.

Irina Rodrigues, especialista em Sexologia Educacional, refere ainda «a quebra da rotina nas férias, o vestuário mais leve com maior exposição da pele e do corpo e a própria interação social, com uma maior disposição para aventuras e encontros amorosos». Daí que o maior apetite sexual leve à compra de artigos eróticos e sexuais. E se os diferentes tipos de preservativo lideram as preferências, há procura por outros artigos.

O QUE ELAS LEVAM

• Lingerie. Seja conjuntos, cuecas, bodies de renda, camisas de noite ou meias de ligas, tudo serve para despertar a libido dos companheiros;

• Óleos de Massagem. As massagens sensuais e relaxantes são indispensáveis, sobretudo com óleos beijáveis com efeito calor e aromas a mel, baunilha ou a frutos vermelhos;

• Algemas simples ou acolchoadas. Ser presa ou prender o parceiro continua a ser uma das fantasias preferidas das portuguesas.

O QUE ELES LEVAM

• Potenciadores e retardantes. Para mostrar maior desempenho, prolongar a ereção e controlar e retardar a ejaculação, todos os tipos servem;

• Masturbadores. Os mais realistas e os que replicam a vagina ou o ânus são os preferidos;

• Bonecas insufláveis. Embora os masturbadores sejam os eleitos para levar na mala, até porque ocupam menos espaço, existem homens que procuram levar a sua própria companhia para as férias. Também as versões mais realistas e com funcionalidades vibratórias ganham pontos.

NÃO ENGATAR É PIOR QUE GANHAR PESO

Questionados se faziam algum tipo de dieta antes das férias de verão, 89% dos portugueses admitiram que sim e entre esses a média da duração dos cuidados foram cinco meses, durante os quais perderam quatro quilos. Apesar disso, a maioria admitiu que ganhou seis quilos durante os dias de descanso, mas essa é apenas a segunda maior lamentação dos inquiridos portugueses (55%).

Aquela que lidera o ranking é não ter conseguido conquitar alguém durante as férias: 57%. O dinheiro gasto (50%), as discussões (42%) e alguma lesão, ferida ou doença (37%) fecham o top 5.

Foto: Reuters
Os artigos eróticos que são indispensáveis | © Reuters

1 comentário

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE