Segurança

Reforço de radares e videovigilância

25 | 07 | 2018   00.21H
O diretor nacional da PSP pediu ontem que sejam disponibilizadas à Polícia mais tecnologias (sistemas de vigilância e controlo) para prevenir a criminalidade.
Destak | destak@destak.pt

O director nacional da PSP pediu ontem mais meios tecnológicos como auxiliares da acção preventiva da polícia, nomeadamente em eventos com multidões. «É uma realidade constatada que efectivamente há mecanismos tecnológicos, como são os sistemas de videovigilância nas cidades, como é a possibilidade do controlo de tráfego de veículos, da identificação de factores de risco na presença de multidões compactas, por exemplo, que são auxiliares importantes daquilo que é ação preventiva da polícia».

Luís Farinha, que falava à margem das comemorações dos 142 anos do Comando Distrital da PSP de Bragança, sublinhou que «é importante que haja um alargamento e uma massificação da utilização de mecanismos tecnológicos que permitam auxiliar as polícias no seu trabalho diário». Mecanismos esses que já existem em várias cidades portuguesas – a Amadora tem registado elevado sucesso com a videovigilância –, sendo que depende da intervenção do Estado central, mas também das autarquias.

A secretária de Estado da Administração Interna adiantou que a tutela tem previstos investimentos nos vários sistemas informáticos e sistemas de apoio à informação e à decisão «fundamentais no mundo em que vivemos hoje, em que a informação é fundamental». Segundo Isabel Oneto, está previsto um investimento de 44milhões de euros, para2019, no reforço das tecnologias de informação.

«Precisamente por que é uma área fundamental hoje em dia para as forças e serviços de segurança. As necessidades estão identificadas, temos o planeamento feito para que se conseguiram atenuar algumas dessas dificuldades», afirmou a governante.

Também o reforço de meios humanos e renovação de equipamento informático e viaturas é necessário. «Apesar dos meios terem alguma idade, eles não afetam a operacionalidade» da Polícia, assegurou o comandante nacional.

Foto: Pedro Catarino
Reforço de radares e videovigilância | © Pedro Catarino

8 comentários

  • Como aquele que bateu é favor ao pai e ao avô diante dos filhos. Vergonha.
    Até lhes dão condecorações | 30.07.2018 | 18.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Viva multa e o cacete.
    Di que eles gosta mais | 30.07.2018 | 18.38Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Para quando a GNR multar os responsáveis pela falta de sinalização e pela mal localizada e encoberta?
    Jesus Cristo laico | 29.07.2018 | 23.16Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • As multas ainda se paga agora os pontos não há dinheiro que paga!
    Cliente | 28.07.2018 | 10.01Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Esses radares já são do tempo .... Mas neste País não se previne, apenas se reprime!
    Alvaro | 27.07.2018 | 19.14Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • PREVENIR DEVE ESTAR NO DICIONÁRIO DO GOVERNO É ACABAR COM ELA QUE ESTA NO DICIONÁRIO DO ZÉ POVINHO É UMA VERGONHA NACIONAL PRENDEM E MANDAM-NOS EM LIBERDADE PARA CONTINUAR O TRABALHO QUE FOI INTERROMPIDO RADARES E CARROS ESCONDIDOS A CAÇA A MULTAS
    ze | 27.07.2018 | 10.23Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Uma chatice. Vai haver trabalho redobrado. Justificar todas aquelas multas que os polícias, condutores dos ministros, bombeiros, inem, sei lá quem mais, eles são mais que as mães, não pagam quando são apanhados nos radares.
    Dono dos Burros | 26.07.2018 | 00.03Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Bravos do pelotão, à caça! 40% das multas passadas pelo militares revertem para o orçamento da Guarda! E se baixarem os limites de velocidade as multas aumentam! Há muitos que têm horários a cumprir sob pena de serem despedidos!
    Jesus Cristo laico | 25.07.2018 | 22.48Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE