Actualidade

Carta a tripulantes da Ryanair entregue a autoridades nacionais - sindicato

01 | 08 | 2018   16.20H

A carta da Ryanair sobre as consequências negativas para os tripulantes de cabine da companhia aérea que faltaram nos dias de greve foi entregue à Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) e ao Ministério do Trabalho, disse hoje o sindicato.

Em declarações à agência Lusa, a presidente do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), Luciana Passo, criticou as "consequências" referidas pela transportadora aérea de baixo custo para quem faltou ao trabalho nos passados dias 25 e 26 de julho, dias da greve.

Numa carta dirigida aos trabalhadores, a empresa referiu que não serão pagos vários componentes do salário, incluindo bónus de produtividade, e que as ausências são "levadas em conta, tal como outros fatores relevantes de desempenho em avaliações para oportunidades de promoções e de transferências".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE