Actualidade

Santa Maria diz nunca ter tido queixas de médicos relativas à bolsa de horas

04 | 08 | 2018   10.40H

A administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN) afirma nunca ter recebido qualquer queixa de médicos relativamente à bolsa de horas e adianta que é uma questão gerida pelos diretores de serviço.

Em declarações à agência Lusa, na sequência de um pedido de averiguação feito pela Ordem dos Médicos, o presidente da administração do CHLN, que integra os hospitais Santa Maria e Pulido Valente, disse que a bolsa de horas de trabalho suplementar existe na instituição há 10 anos e que esta administração nunca teve queixas de profissionais.

"Nós cumprimos a legislação e pagamos de forma irrepreensível aos nossos profissionais todo o trabalho extraordinário que é prestado", afirmou Carlos Martins.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE