Actualidade

Japão envia inquérito a universidades após escândalo na admissão de mulheres

10 | 08 | 2018   08.47H

O governo japonês lançou hoje um inquérito a todas as universidades de medicina do país, depois de uma faculdade ter admitido que manipulou, durante anos, os exames de acesso ao curso para admitir menos mulheres.

O Ministério da Educação pediu às 81 instituições públicas e privadas do país para verificarem os procedimentos de admissão, bem como a proporção de mulheres e homens entre os candidatos aprovados.

"Se as respostas não forem aceitáveis, faremos novas perguntas e visitaremos as instituições", garantiu um porta-voz do ministério, acrescentando que os resultados ao inquérito serão publicados já no próximo mês.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE