Incêndios

Monchique espera resposta rápida à erosão dos solos para evitar novo desastre

12 | 08 | 2018   16.15H

A Câmara de Monchique espera ter uma resposta rápida por parte do Governo para se avançar com medidas para prevenir a erosão dos solos afetados pelo fogo, por forma a evitar-se um segundo desastre.

"Estou muito apreensivo", disse hoje, em entrevista à agência Lusa, o presidente do município, Rui André (PSD), referindo que irá reunir-se esta semana com entidades responsáveis na matéria para se tentar encontrar uma resposta rápida com medidas de estabilização de emergência.

Segundo o autarca, em 2016 arderam cerca de dois mil hectares e foi feita uma candidatura no valor de 600 mil euros: "Não foi recusada, mas foi feito um corte de 87%. Até agora, ainda não recebemos qualquer ajuda", afirmou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE