Actualidade

Oposição de Hong Kong pede liberadade contra "imperialismo chinês"

14 | 08 | 2018   10.23H

O independista Andy Chan, líder do Partido Nacional de Hong Kong, apelou hoje à liberdade do seu território do "imperialismo chinês" e pediu ajuda aos Estados Unidos e ao Reino Unido para este fim, durante uma conferência de imprensa.

Andy Chan declarou que Pequim é "um grande império que tem operado durante séculos" e para aquele país "ser diferente é estar errado", algo que na sua opinião afeta povos como os uigures, os tibetanos e também as populações de Xangai e Hong Kong.

O independentista falou aos jornalistas numa conferência de imprensa organizada pelo Clube dos Correspondentes Estrangeiros de Hong Kong.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Os lacaios dos imperialistas americanos e britânicos precisam de uma temporada num campo de reeducação à moda antiga. Qual 'imperialismo chinês'? Então Hong kong foi roubado pelos ingleses e os roubados agora são imperialistas?
    Dono dos Burros | 14.08.2018 | 11.12Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE