Actualidade

Detidos 26 suspeitos de roubar túmulos da dinastia Tang

20 | 08 | 2018   08.20H

Vinte e seis pessoas foram detidas por suspeita de roubo de úmulos da dinastia chinesa Tang, num caso em que foram recuperadas mais de 640 peças arqueológicas, informou hoje a agência noticiosa oficial Xinhua.

A polícia chinesa suspeita que os detidos escavaram ilegalmente na área arqueológica de Dulan, na província de Qinghai, no oeste do país, e estiveram também envolvidos na venda dos objetos, segundo um comunicado do Ministério de Segurança Pública, citado pela agência.

Entre as peças, há algumas de "valor incalculável", pois fazem parte do intercâmbio cultural e comercial entre o Ocidente e o Oriente, e têm mais de mil anos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE