Actualidade

Mais de 50 detidos por apoiarem protesto por direitos sindicais na China

24 | 08 | 2018   11.29H

Mais de 50 estudantes foram detidos hoje por apoiarem trabalhadores que se manifestam pelo direito de formar um sindicato na cidade de Shenzhen, um dos centros tecnológicos da China, disse à agencia noticiosa espanhola EFE uma organização não-governamental.

A China Labour Bulletin (CLB), com sede em Hong Kong e que defende os direitos dos trabalhadores na China, assegurou que a maioria dos detidos são estudantes universitários que apoiam o movimento dos trabalhadores da empresa Jasic Technology.

Desde maio que os trabalhadores da Jasic Technology, com fábricas em Shenzhen e Chengdu com um total de 1.200 empregados, reivindicam os seus direitos, depois da empresa ter despedido os mais críticos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Todo o meu apoio ao Imperador XI. Quem manda na China, é o partido dos trabalhadores, logo estes são agitadores contra-revolucionários ao serviço do imperialismo ianque, que como todos sabemos não passa de um tigre de papel, pelo menos para aqueles lados. Trabalhem e pouco barulho. O Soros aqui não faz revoluções coloridas.
    Dono dos Burros | 24.08.2018 | 13.43Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • ERA O QUE SE DEVIA PASSAR EM PORTUGAL SE AINDA O E
    O Zezé | 24.08.2018 | 12.06Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE