Actualidade

'Saudade de Paris' junta restos de alta-costura e 'sabor' cabo-verdiano

29 | 08 | 2018   09.08H

Uma marca de vestuário chegou ao mercado francês com "uma maneira alternativa" de ver a moda, com peças de edição limitada feitas de restos de tecidos das casas de alta-costura parisienses, por entre um ambiente com 'sabor' e alguma inspiração em Cabo Verde.

A marca 'Saudade de Paris' nasceu em 2016, pelas mãos de Vilson Rocha, de raízes cabo-verdianas, e Jonathan Kirschstetter. Nesse mesmo ano recebeu o prémio Positive Planet Awards na fundação Louis-Vuitton, em Paris, uma distinção para iniciativas sustentáveis que privilegiam a proteção do planeta, e, desde novembro de 2017, conta com uma 'loja-ateliê' no centro da capital francesa.

O número 69 da Rue Maubeuge, no 10.º bairro de Paris, foi o espaço escolhido para desenhar, cortar, costurar, expor e vender as peças concebidas por Vilson Rocha, o estilista parisiense com raízes familiares na ilha de Santo Antão, em Cabo Verde, que defende uma forma diferente de ver a moda.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE