Actualidade

Diretor clínico e 51 responsáveis de serviço do Hospital Gaia/Espinho demitem-se

05 | 09 | 2018   15.38H

O diretor clínico e os diretores e chefes de serviço do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E), num total de 52 clínicos, demitiram-se em protesto contra as "condições indignas" em que trabalham.

O anúncio foi feito hoje pelo presidente do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos, António Araújo, em conferência de imprensa.

Na conferência de imprensa, no Porto, o diretor clínico demissionário daquele centro hospitalar, José Pedro Moreira da Silva, apontou como causas para a demissão coletiva as "condições indignas de assistência no trabalho e falta de soluções da tutela".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE