Actualidade

FESAP não aceita congelamento de salários e está disponível para negociar

05 | 09 | 2018   17.10H

O secretário-geral da Federação Sindical da Administração Pública (FESAP), José Abraão, disse hoje não aceitar "qualquer congelamento" de salários, mas garantiu que a estrutura sindical aguarda a contraproposta do Governo e que está disponível para negociar.

"Dissemos ao Governo que não aceitamos qualquer congelamento de salários para o futuro, já chega de congelamentos", disse o responsável da FESAP, que falava aos jornalistas após uma reunião no Ministério das Finanças, em Lisboa, com a secretária de Estado da Administração e do Emprego Público, Maria de Fátima Fonseca, e com o secretário de Estado do Orçamento, João Leão.

No caderno reivindicativo da FESAP, entregue hoje ao Governo, consta a exigência de um aumento de 3,5% em todos os salários e pensões para 2019, bem como a atualização do subsídio de refeição para seis euros e a retoma dos 25 dias úteis de férias.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • ACABEM COM A FUNÇAO PÚBLICA FICAM COM O PROBLEMA RESOLVIDO
    Ze povinho | 05.09.2018 | 19.05Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • NÃO ACEITA CONGELAMENTOS SÓ TÊM UM SOLUÇÃO ABANDONEM O SERVIÇO PÚBLICO FICAM COM O PROBLEMA RESOLVIDO É SIMPLES COMO ISSO
    O povo | 05.09.2018 | 17.41Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE