Actualidade

Ordem dos Médicos defende substituição da administração do centro hospitalar de Gaia

05 | 09 | 2018   17.45H

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, afirmou hoje que seria dado "um sinal positivo" se o Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho fosse substituído, porque "não está em condições de liderar".

"Acho que a liderança do Hospital de Gaia não está em condições de liderar o centro hospitalar porque, até agora, não foi competente para tentar reverter situações que se adivinhavam há alguns meses", disse durante uma conferência de imprensa, no Porto, aquando do anúncio da demissão do diretor clínico e dos 51 diretores e chefes de equipa da unidade de saúde.

O dirigente vincou que a atual administração "não está a conseguir gerir corretamente o hospital", sendo a sua substituição um dos "requisitos" para a mudança que é "necessária" no centro hospitalar.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE