Actualidade

ARS Norte diz que saída da administração do Hospital de Gaia não resolve problemas

06 | 09 | 2018   18.59H

O presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, Pimenta Marinho, disse hoje à Lusa que não é a saída de um elemento da administração que resolve os problemas do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho.

Pimenta Marinho salientou que os problemas que o diretor clínico e 51 diretores e chefes de serviço evocaram para a sua demissão, na quarta-feira, foram problemas estruturais como número de camas insuficiente ou lacunas em obras ou equipamentos e não questões de "a, b ou c".

Na quarta-feira, aquando do anúncio da demissão destes profissionais de saúde, o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, assumiu que seria dado um "sinal positivo" se o presidente do conselho de administração fosse substituído, considerando não estar a ser capaz de gerir a unidade hospitalar.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE