Actualidade

Veterinários acusam Governo de "irresponsabilidade brutal" sobre abandono dos animais

09 | 09 | 2018   05.01H

O bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, Jorge Cid, acusa o Governo de "irresponsabilidade brutal" por ter sido aprovada uma lei em 2016 e não se ter estudado até ao momento o problema de abandono dos animais.

O bastonário, que falou à agência Lusa a propósito da proibição do abate nos canis municipais a partir do próximo dia 23, considera que imediatamente após a aprovação da lei deveria ter sido criado um grupo de trabalho.

"Para mim é uma irresponsabilidade brutal. Como é que uma lei é aprovada em 2016 e até hoje ninguém estudou este problema do não abandono dos animais? [...]. A sensação que eu tenho é que se aprova uma lei, que tem dois anos para ser implementada, mas até lá ninguém faz nada. Tudo assobia para o lado e espera que o problema se resolva por ele, quando imediatamente deveria ter sido criado um grupo de trabalho para perceber o que era preciso", afirmou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • O governo é formado por homossexuais, só pode fazer cócó deste.
    Dono dos Burros | 09.09.2018 | 13.58Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE