Actualidade

Estivadores do SEAL em greve contestam posição do Governo e das associações do setor

11 | 09 | 2018   14.16H

Os trabalhadores portuários associados ao Sindicato dos Estivadores e da Atividade Logística (SEAL) contestaram hoje a posição do Governo e das associações do setor relativamente às reivindicações apresentadas pelo sindicato para a greve.

"Não deixa [...] de ser incompreensível a posição do Governo português, manifestada através da ministra do Mar, Engenheira Ana Paula Vitorino, a qual, ou está mal informada pelos seus serviços, o que seria grave, ou falta conscientemente à verdade, o que seria ainda mais grave", disse, em comunicado, o SEAL.

Para o sindicato, exemplo "desse erro de informação" é a situação vivenciada no Porto de Setúbal, "em que o número de trabalhadores precários, com contratos ao turno, é de tal forma elevado, que se os mesmos recusarem trabalhar, o porto para, mesmo que não haja qualquer greve".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE