Actualidade

Angela Merkel não descarta resposta militar a Damasco

12 | 09 | 2018   10.12H

A chanceler alemã assegurou hoje que não descarta qualquer resposta, mesmo militar, perante a possibilidade de uma violação pelo Governo da Síria da convenção contra o uso de armas químicas no ataque a Idleb, último bastião rebelde.

"Dizer 'não' a priori, independentemente do que acontece no Mundo, também não pode ser a resposta da Alemanha", disse Merkel numa referência à Síria no seu discurso no plenário do Bundestag (câmara baixa) no debate sobre o Orçamento para 2019.

De acordo com a chanceler, a Alemanha não pode simplesmente "ficar de lado" quando "uma convenção internacional não é respeitada".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE