Actualidade

Fenprof acusa OCDE de apresentar dados falsos sobre salários de professores

12 | 09 | 2018   13.02H

A Fenprof acusou hoje a OCDE de apresentar um relatório com dados errados sobre os salários dos professores portugueses e as horas de trabalho, exigindo a sua correção, assim como saber quem forneceu as informações.

Na terça-feira foi divulgado o relatório "Education at a Glance 2018", do qual "têm sido destacados dois aspetos: os professores portugueses ganham mais que os outros trabalhadores do país com a mesma qualificação; os professores portugueses trabalham menos que os seus colegas dos países da OCDE. Duas mentiras!", acusa a Federação Nacional dos Professores.

Num país onde o rendimento médio dos trabalhadores com formação superior é baixo, os professores aparecem como ganhando, em média, mais 35 a 50% quando comparados com outros trabalhadores com iguais qualificações.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • OCDE TEM TODA A RAZÃO REFORMAS 25OO EUROS SINDICATOS SÃO MAIS QUE ALUNOS BAIXAS FRAUDULENTAS FAZEM TUDO SE ESTÃO MAL SAIAM TENHAM VERGONHA VÃO PARA O PRIVADO QUE LÁ NÃO TÊM DE FAZER NADA É SO ESPERAR O FIM DO MÊS
    O povo | 12.09.2018 | 13.16Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE