Actualidade

Hugo Soares foi principal crítico no Conselho Nacional do PSD, direção nega divisão

13 | 09 | 2018   03.42H

O ex-líder parlamentar do PSD Hugo Soares foi o rosto mais conhecido das intervenções críticas no arranque do Conselho Nacional, com o presidente deste órgão a saudar o debate e a rejeitar a ideia de um partido dividido.

"O PSD é um partido plural, houve intervenções mais críticas, outras de alerta, outras de defesa, outras que manifestaram agrado por essas intervenções terem tido lugar no Conselho Nacional. Mal estaríamos se fosse só fora", afirmou Paulo Mota Pinto, em declarações aos jornalistas no final da reunião que se estendeu ao longo de quatro horas, nas Caldas da Rainha, no distrito de Leiria.

Paulo Mota Pinto considerou que "o tema principal" da reunião, que se iniciou na quarta-feira perto das 22:00, foi a apresentação do documento do Conselho Nacional Estratégico (CEN) sobre saúde, que acabou por acontecer já depois da meia-noite.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE