Táxis

ANTRAL admite prolongar protesto se partidos não se comprometerem

19 | 09 | 2018   08.28H

O presidente da ANTRAL - Associação Nacional de Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros, Florêncio Almeida, afirmou hoje que se os partidos na Assembleia da República "não se comprometerem", o protesto vai prolongar-se.

Florêncio de Almeida falava cerca das 08:00 à agência Lusa na Praça dos Restauradores, em Lisboa, onde mais de uma centena de taxistas estão concentrados em protesto contra a entrada em vigor da lei que regula as quatro plataformas eletrónicas de transporte que operam em Portugal.

Os representantes do setor do táxi enviaram à Assembleia da República um pedido para serem hoje recebidos pelos deputados, a quem vão pedir que seja iniciado o procedimento de fiscalização sucessiva da constitucionalidade do diploma e que, até à pronúncia do Tribunal Constitucional, se suspendam os efeitos deste, "por forma a garantir a paz pública".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE