Actualidade

Portugal colocou 1.400 ME em dívida com juros a subirem a seis e a 12 meses

19 | 09 | 2018   11.00H

Portugal colocou hoje 1.400 milhões de euros, montante inferior ao máximo anunciado, em Bilhetes do Tesouro a taxas de juro negativas, mas a subirem a seis meses e a 12 meses face aos anteriores leilões comparáveis, foi anunciado.

Depois de terem atingido o mínimo de sempre em 17 de janeiro último, as taxas de juro médias dos Bilhetes do Tesouro a seis e a 12 meses têm vindo a subir desde então em relação aos anteriores leilões comparáveis.

Segundo a página da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) na agência Bloomberg, a 12 meses foram colocados 1.000 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro (BT) à taxa de juro média de -0,270%, de novo negativa mas superior à registada em 18 de julho, quando foram colocados 1.350 milhões de euros a -0,280%.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Claro que é legal. A UE é uma criação ianque. A UE só tem que proteger as empresas dos judeus americanos. Eles que apertem com os trabalhadores. Mais impostos em coma deles e menos salário para mais horas de trabalho. Há que trabalhar muito para o engrandecimento do Capitalismo.
    Dono dos Burros | 19.09.2018 | 13.42Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Pelos vistos os investidores olham com desconfiança divida portuguesa,Montante total não colocado e JRS mais elevados .Costa e Centeno orçamento com contenção porque vai haver desacelaraçao economia e a divida total é colossal.Bancarrota mais não.
    Micas | 19.09.2018 | 12.35Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE