Actualidade

Ministério Público suspendeu operações bancárias no valor de 200 ME este ano

21 | 09 | 2018   18.06H

O Ministério Público conseguiu este ano suspender operações bancárias no valor de 200 milhões de euros, no âmbito de inquéritos crime sobre branqueamento de capitais, segundo dados fornecidos hoje numa conferência sobre corrupção.

O diretor do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), Amadeu Guerra, num balanço do projeto ETHOS, revelou que "o valor das suspensões de operações bancárias em inquérito foi, já este ano, de cerca de 200 milhões de euros", valor muito superior aos 16 milhões arrecadados no ano passado.

Considerando que o projeto ETHOS deve ser alargado à investigação de crimes de branqueamento de capitais e financiamento de terrorismo, o magistrado revelou também que número de comunicações sobre branqueamento de capitais que chegaram este ano ao Ministério Público ascende às 4.400.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE