Venezuela

Portugal garante apoio a detidos

22 | 09 | 2018   20.13H

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, disse hoje que estão a ser feitas "todas as diligências" para apoiar a defesa dos portugueses detidos na Venezuela, 10 de 34 gerentes de supermercados presos.

Na quinta-feira, o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou que 34 gerentes de "grandes supermercados" foram detidos por violar a lei. Na sexta-feira, em Lisboa, o Ministério dos Negócios Estrangeiros convocou o embaixador venezuelano para lhe transmitir a "grande preocupação" do Governo pela detenção dos 34 gerentes de duas cadeias de supermercados portugueses. O Presidente da República também já se mostrou preocupado.

Hoje, em declarações à Lusa, José Luís Carneiro garantiu que todas as diligências, "do ponto de vista de proteção consular, estão a ser desenvolvidas, tendo em vista garantir o apoio [jurídico] àqueles que estão identificados como cidadãos de origem portuguesa", caso o queiram.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE