Venezuela

Governo responde a Portugal que "valoriza" portugueses mas que impera Estado de Direito

23 | 09 | 2018   00.54H

O Governo venezuelano respondeu hoje ao governo de Portugal que valoriza os portugueses na Venezuela, mas salientou que ali impera o Estado de Direito e a Justiça, depois de Lisboa manifestar "preocupação" pela detenção de empresários portugueses.

"O Governo Bolivariano da Venezuela partilha com o Governo de Portugal o alto valor da comunidade portuguesa no nosso país. São mais de 400 mil luso-venezuelanos honestos, trabalhadores, muito apreciados e respeitados pelo povo da Venezuela", escreveu o ministro dos Negócios Estrangeiros, Jorge Arreaza, numa mensagem no Twitter.

Numa outra mensagem, apontou que Portugal sabe do "tratamento especial e diferente" que o Governo venezuelano "ofereceu sempre à comunidade portuguesa" e que "ações individuais ou de um pequeno grupo de empresários jamais ofuscará o brilho e qualidades de tão querida comunidade", numa referência à detenção de mais de três dezenas de gerentes de duas cadeias de supermercados portugueses naquele país.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE