Actualidade

Serralves considera surpreendente contestação à presidente e não vê motivo para demissão

23 | 09 | 2018   16.10H

A Fundação de Serralves considera surpreendente o processo de contestação à presidente da instituição, Ana Pinho, e não vê motivos para a demissão da administração, como pediram hoje três dezenas de manifestantes no Porto.

"Parece-se-me óbvio que há um processo em curso. Não faço ideia quem dirige ou que quem comanda, apenas é absolutamente inesperado, surpreendente até, ainda mais depois de uma abertura de uma exposição que correu sem nenhuma crise", disse à agência Lusa Isabel Pires de Lima, que falava em representação do Conselho de Administração da fundação.

"É uma total surpresa e a manifestação é igualmente surpreendente" acrescentou, sublinhando que entre os manifestantes havia "várias pessoas que têm estado envolvidas na programação de Serralves" e "saberão que as atividades são programadas pelos programadores sem qualquer interferência da administração, nem na escolha da programação e muito menos na escolha das pessoas que são convocadas ou cujo o trabalho é solicitado".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Rolem cabeças. Só temos elites de merda. País de miséria este.
    Dono dos Burros | 23.09.2018 | 22.01Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE