Actualidade

Human Rights Watch denuncia abusos e tortura cometidos pelos Houthis no Iémen

25 | 09 | 2018   07.11H

A organização internacional não-governamental Human Rights Watch (HRW) denunciou hoje sequestros, abusos e tortura sobre detidos cometidos pelos rebeldes Houthis no Iémen, que controlam a capital Sanaa.

A organização de direitos humanos revelou ter documentado 16 casos em que as autoridades Houthis, apoiadas pelo Irão, prenderam pessoas ilegalmente, principalmente "para extrair dinheiro de familiares ou para os trocar por outros que se encontram "nas mãos dos seus adversários".

"As autoridades Houthis trataram os presos brutalmente", batendo-lhes com barras de ferro, canas de madeira e armas de assalto, uma prática "quase sempre equivalente a tortura", diz a HRW, que cita ex-prisioneiros.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE