Actualidade

Equador quer julgar ex-Presidente acusado de tentar sequestrar político na Colômbia

26 | 09 | 2018   07.41H

O Ministério Público do Equador indicou na terça-feira que quer julgar o ex-Presidente Rafael Correa, atualmente na Bélgica, pelo suposto envolvimento na tentativa de sequestro na Colômbia, em 2012, de um adversário político.

Rafael Correa, que deixou o poder em maio de 2017, incorre no risco de prisão num caso que, contudo, não pode ser julgado à revelia.

Durante uma audiência no Tribunal de Justiça, aberta e suspensa a 18 de setembro, e retomada na terça-feira, o procurador-geral Paul Perez acusou o ex-chefe de Estado (2007-2017) de ordenar o sequestro em Bogotá do antigo deputado Fernando Balda.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE