Actualidade

Novas tecnologias podem ajudar vidas mas aumentar desigualdade - relatório ONU

09 | 10 | 2018   05.29H

As novas tecnologias, desde a inteligência artificial à edição genética, têm potencial para melhorar a vida de milhares de pessoas, mas podem abrir caminho a uma maior desigualdade social, segundo um relatório da ONU.

O relatório, divulgado na segunda-feira, avalia como as tecnologias de ponta podem ser usadas para atingir as metas das Nações Unidas para 2030: erradicar a pobreza extrema, preservar o meio ambiente e promover o crescimento económico.

"Saúde e longevidade, prosperidade para todos e sustentabilidade ambiental estão ao nosso alcance se aproveitarmos o poder dessas inovações, no entanto, essas mesmas tecnologias também levantam sérias preocupações", advertiu o secretário-geral da ONU.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • É natural que a situação atual seja ampliada com o desenvolvimento das novas tecnologias aplicadas à saúde: como quem tem menor capacidade económica não pode pagar melhores tratamentos preventivos e de cura tem menor esperança de vida do que quem tem capacidade para pagar os altos custos da saúde. Os serviços públicos universais não podem suportar os altos custos de saúde para todos.
    ze da burra o alentejano | 09.10.2018 | 10.37Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE